Solis

A tomada de decisão de compra do estudante atual, reúne muita informação de mercado, tendo como o principal fonte de consumo o meio digital. Rádio, revistas e impressos estão perdendo valor. A bola da vez é o marketing digital especializado em conteúdo.

 

De início: Permita que a abertura do curso seja orientada pelo mercado (claro, o MEC deve permitir)! Parece idiota, mas funciona: egressos e diretores das principais empresas da região de atuação podem dar uma boa orientação. Levantamento sistêmico, disciplinado e livre de manipulação por interesses particulares.

Acompanhe o resultado do seu trabalho: o egresso! Como fazer esse pós-venda? Participe da vida profissional da pessoa, visite-o regularmente, tutore-o, promova-o. O retorno vai ser recíproco! Transforme seus professores em agentes de crescimento da carreira do aluno. O egresso ganha, a instituição ganha, a sociedade ganha e o ciclo se forma! Marketing orgânico.

Permita que os alunos e ex-alunos divulguem sua instituição. Mesmo ainda não podendo apresentar resultados na carreira, podem produzir conteúdo relevante e atraente, inclusive para redes sociais, gerando conteúdo inclusive para a agência. Evidenciando a evolução como pessoas mais preparadas para o mercado, relacionando sua marca. Marketing maturado.

Resumindo, Marketing de conteúdo é uma revolução na forma de se comunicar com o seu ecossistema ou permitir com que comuniquem por você de maneira muito direta e qualificada. Isso alavanca sua marca e a essa decolagem precisa de controle.

Um dos desafios nessa jornada é a falta de engajamento pleno por parte do corpo docente. Então uma alternativa é de promover a remuneração dos professores vinculada à performance do curso. Estou falando em uma nova CLT com nova mentalidade e nova contabilidade. O acordo é justo para todos. Burocratas e sindicalistas precisam se reinventar!

Mas não esqueça, a captação deve ter como métrica a rematrícula. Oba-oba na geração e conversão de LEAD pouco qualificado é tiro curto e gera um enorme problema de capacidade ociosa. O respeitado professor e consultor, Sr. @Roberto Leal Lobo e Silva Filho divulgou recentemente em artigo para a perda de receita anual causada por evasão girando em impressionantes 27%. O link você encontra nos comentários.

Para encerrar, foco em agregar valor. O pessoal do ensino superior está numa espiral suicida: campanhas de marketing agressivas, descontos generosos, preços ridiculamente baixos, ostentação na arquitetura, congressos lotados de teóricos: poucos caixas aguentam!